Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

Foi-se, Brasil

Fiz uma postagem off line sobre a primeira parte do The Voice.
Ficou muito legal.
Perdi tudo.
Agora não vou rescrever.

De quem é aquela porra?

Mais de um mês se passou desde que a polícia revelou que havia sêmen na roupa de duas meninas supostamente estupradas em Ruy Barbosa.
Na época, constatou-se que o material pertencia a duas pessoas diferentes, o que se aproxima muito mais da versão deles (desde o início dois rapazes assumiram ter feito sexo com as garotas) do que da versão delas de que houve uma orgia, não consensual, envolvento 9 pessoas. Mas ninguém quer saber desses detalhes. Como ninguém liga pro fato de que o laudo diz que não houve penetração na garota que se disse desvirginada, nem há sinais de violência. O que importa é que o delegado concluiu que um trecho do laudo, que diz que isso "não afasta" a hipótese de estupro, significa que está provado o estupro.
E todos pegaram as tochas e foram vingar os séculos de machismo e de humilhação das vítimas de estupro.
Mas essa postagem não é sobre isso. Fato superado. Nos transformamos nessa sociedade pós-apocalíptica prenunciada na ficção, sem que nenhuma …

Aqui perto

Recentemente descobri aqui no bairro um barzinho e restaurante com uma comida gostosa. Chama-se Data Venia.
O serviço não é dos melhores, mas é o esperado para o porte do lugar, então não chega a irritar.
O bom é que podemos tomar uma cerveja sem preocupação com blitz. O ruim é que alguns frequentadores se sentem em casa.
De qualquer forma, estamos cada vez mais valorizando o comércio local, pois acho que é a maneira de termos os produtos e serviços próximos da residência. Dentro do possível, compramos no mercadinho de seu Milton, na farmácia do Matatu, na Panilha, frequentamos os bares Tagarelli e, agora, o Data Venia.
Quer dizer, tentamos frequentar o Data Venia, porque muitas vezes, como hoje, ele simplesmente está fechado, apesar de anunciar que funciona sábados e domingos a partir das 11h.
Ora, por mais boa vontade que os moradores locais tenham, não dá pra prestigiar um estabelecimento que funciona no dia que o dono tem vontade.

Amo-te assim, desconhecida e obscura.

O jornal relata que, por causa de uma doença, as bananas brasileiras estão proibidas em outros países da América do Sul. Denuncia que as bananas entram ilegalmente no Paraguay e chama isso de "tráfico às avessas".
Posso imaginar que a visão limitada da repórter pensa que tráfico é a vinda de produtos clandestino do Paraguay para o Brasil, mas era de se esperar mais de um repórter e do editor do jornal.
"Tráfico às avessas", na minha opinião, seria segurar ilegalmente um produto dentro do país, quando ele deveria ser exportado.

Facebook is on the table.

Ao dar opiniões divergentes dos autores de certas postagens percebi algumas reações. Uns contra-argumentam de forma fundamentada. Muitos rebatem com sofismas ou com ilações que nada têm a ver com o tema, ignorando argumentos e fatos. Mas tem uma parcela de pessoas que simplesmente se ofendem e reagem com a postura: " esse Facebook é meu, escrevo o que quiser e não admito ser contrariado".
Na verdade, a falta do embate, a incapacidade de admitir uma antítese e a rejeição à dialética não são exclusividade do Facebook, antes o fosse. Estão nos bares, nos lares e, por mais contraditório que pareça, nas universidades.
Recentemente alguém se opôs a um comentário meu dizendo que não "achava", mas que "tinha certeza" do que falava. Na verdade, esse é um problema da humanidade hoje em dia. Todos têm certeza de tudo. Ninguém duvida, por isso ninguém questiona, ninguém pesquisa, ninguém ouve uma opinião contrária.
Eu duvido. Duvido de tudo. Acho que sempre há um …

Barbie usa dinheiro e prestígio para esconder amante do passado.

Imagem
Primeira Barbie

A notícia de que Barbie se separou de Ken para ficar com o surfista australiano chamado Blaine, não me chocou nem um pouco. Pouca gente sabe, mas a boneca Barbie não é nenhuma santinha e esse não é o primeiro corno que Ken leva. Barbie já teve um amante brasileiro chamado Bob. O dinheiro e o prestígio da boneca megastar conseguiram apagar essa mancha do seu passado. O caso aconteceu nos 80, e não seria perdoado, como hoje. Tal como acontece com Xuxa e seu filme pedófilo, não se encontram referências de Bob na internet, nem no site da Estrela, sua criadora, nem na imprensa em geral. Alguns artigos sobre o rompimento falam inclusive dos 47 anos que o casal Barbie e Ken passaram juntos. Nem no Guia dos Curiosos, que fala sobre tudo de desimportante nesse mundo, encontrei uma linha sequer sobre Bob. O mesmo acontece no site da Mattel e em outros que falam sobre a boneca. Alguns indícios de existência de Bob são as distrações indiscretas de certas mães que confundem os bonecos …

Além da fofoca.

Eu queria tratar desse assunto não do ponto de vista óbvio que uma notícia dessas sempre evoca, até porque esse eu já fiz na Facebook.
Mas acho interessante notar como os desmentidos são afobados e engraçados nesse país.

Pra começar, a pessoa que divulgou o vídeo foi mencionada como "ex-namorada" e "ex-caso" em algumas declarações. Agora, diz que ator sequer conhece a jovem que se "insinuava" do outro lado e que  "ela era apenas uma amiga virtual".

Diz que era uma coisa "entre quatro paredes". Desculpe, mas não era. Internet, aliás, é um mundo sem paredes.
Se o ator não sabia, não previa, sinto muito. Bem verdade que ele não fez nada de errado, mas foi imprudente.

O advogado diz ainda que quem  insinuar algo sobre a sexualidade dos dois também poderá ser processado. Bobagem. Não há nada de errado em dizer que o vídeo lança dúvidas sobre a sexualidade do rapaz, ainda que essa conclusão não seja verdadeira. Sinto muito, 2ª parte.

Mas o…