Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

Piloto de avião ofende colegas nos EUA - Hangar20 - Aviação de um jeito diferente

Piloto de avião ofende colegas nos EUA - Hangar20 - Aviação de um jeito diferente

Diz um ditado árabe que quando você aponta para a lua, o idiota fica olhando fixamente pro seu dedo.
Tudo bem que as ofensas do piloto aos colegas é algo desagradável e passível de punição, mas, no meu entender, o que merece destaque é o fato de que se um piloto esquecer de desligar o microfone, a torre de comando fica sem comunicação com outras aeronaves. Que absurdo é esse?!
Location:3ª Tv. Corte Grande,Salvador,Brasil

Muita calma nessa hora

Imagem
Esse vídeo causou muita revolta na população. Com razão. O advogado dizer que bandido, como qualquer outra profissão, tem ética, foi demais.
Realmente, talvez só uma dvogado para considerar bandidagem como profissão.
Mas a confusão maior é com relação à soltura do bandido.
Mais uma vez o povo tem dificuldade de entender o estado democrático de direito e quer que os mecanismos de repressão ajam de acordo com o que a imprensa e o clamor popular exigem, ao contrário do que a lei diz. E nesse caso, devo admitir que concordo com a lei.

A prisão preventiva, antes de uma condenação, é, e deve ser, a regra do qualquer sistema penal. Ao contrário do que se pensa, isso não é uma garantia para os criminosos. É uma garantia pra todos. Ninguém, por mais correto que seja, pode dizer que está completamente livre de uma acusação de crime. Muitos homens inocentes já foram indiciados. Se prendermos, como regra, todos os acusados, após serem inocentados quem iria reparar a essas pessoas o tempo que fic…

Quem sabe?

Saber que Walter Pinheiro participou da manifestação contra o projeto que criminaliza a homofobia ao lado de Jair Bolsonaro foi uma surpresa, mas nem tanto. Walter, como demais políticos, tem compromissos com votos e enquanto os defensores do aborto, das minorias, das liberdades individuais se dividem em disgressões e discutem por picuinhas, evangélicos votam em blocos em quem o pastor mandar sem analisar proposta de ninguém. Certamente uma classe muito mais fácil de agradar e pra quem devemos dar poucas satifações. Como eu já disse antes, Jair Bolsonaro, e agora o novo homofóbico Walter Pinheiro, se estrebucham como se essa lei fosse transformá-los, ou a seus filhos, em homossexuais. Afinal, o que diz a tal lei? Ela altera alguns dispositivos legais. Quem quiser ler na íntegra, ou como está no momento, sem a emenda de Marta Suplicy, é só clicaraqui. Mas como nem todos têm paciência pra clicar eu vou resumir.
Em primeiro lugar ele altera a lei 7.716, que hoje trata dos crimes de preconcei…

Eu desisti

Como o taxi atrasou muito, cheguei ao cinema em cima da hora da sessão. Ao ver as filas imensas, percebi que seria impossível. Mas percebi que tinha serviço de compra automática. Nas 3 máquinas que funcionavam, pessoas tentavam atabalhoadamente comprar os ingressos. A inaptidão de nosso povo com a utilização de equipamentos de auto atendimento é impressionante e rompe barreiras sociais.
Finalmente uma máquina vagou. O casal à minha frente foi, mas passou pra outra máquina que vagou logo depois. Fui à máquina e descobri porque. A máquina estava travada. Voltei pra fila.
Ai uma cria de humano saiu de seu lugar no final da fila e foi até a máquina e ficou mexendo. Os filhotes de homo sapiens possuem uma inexplicável atracão por mexer em equipamentos cujo funcionamento não compreendem, para inacreditável orgulho de seus pais.
De tanto mexer, ou apesar disso, a máquina destravou e voltou ao menu inicial. Pois o girino de gente começou a comprar os ingressos.
Pensei em dizer que ele deveria…

Pária cibernético

Mais uma vez sou acusado de anti-social por ficar conectado na internet através de dispositivo móvel. Reclamam se respondo uma mensagem no MSN, se confiro informações do Facebook ou verifico email.
Pessoas conectadas viraram os novos fumantes da sociedade. Em breve vão querer que sentemos em lugares separados.
Concordo que é desagradável estar com alguém cuja atenção esteja na internet, na televisão, no radinho, nos problemas do trabalho, no filho que ficou em casa com a babá ou em qualquer outro lugar que não no interlocutor. Mas o fato de estar com uma pessoa também não me exclui de estar em contato com outras. As pessoas reagem como se eu estivesse me relacionando com o computador, quando na verdade estou me comunicando com amigos que não posso ter lado a lado comigo.
Será errado usar a tecnologia para manter uma proximidade que seria impossível de outra forma?
Será que devemos evitar criar novas regras de etiqueta e continuar seguindo as antigas que não abarcam coisas que não exis…

Tudo que é perfeito a gente pega pelo braço

Ex-É o Tchan Jacaré estreia peça dramática no Teatro
Talvez a sua reação tenha sido a mesma que vi nos comentários das pessoas que leram essa nota no Facebook: descrédito de que Jacaré possa ser capaz de atuar bem numa peça de teatro.
Alguns alegaram sua atuação n'A Turma do Didi para justificar a desconfiança no seu trabalho. Para muitos, é apenas porque ele é um "ex-É o Tchan". Chegaram a compará-lo a ex-BBB's.
Gostaria de fazer algumas considerações acerca disso.
Em primeiro lugar, a comparação de Jacaré com participantes de realities shows é desmensurada. Edson Gomes Cardoso dos Santos não é uma pessoa em busca de celebridades. É um artista. Dançarino e coreógrafo, ele integrou, sim, o grupo musical que vendeu mais de 6 milhões de álbuns.
Se as pessoas gostam ou não do jeito que ele dança ou das músicas que a banda toca é outra questão. Não se discute que ele é dançarino e coreógrafo e isso é arte. E não é coisa que qualquer um faça, pois ao que se saiba, não aparece…