Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2010

Minha garota!

Imagem
(Matéria da Revista Muito. Link no final)


A menina de Ipitanga

27 de junho de 2010

Diego Damasceno




Foto: Thiago Teixeira / Ag. A TARDE

É de convencimento o olhar de Tina Tude, 32. Sua formação de atriz é uma pista: na Escola de Teatro da Ufba, com Luiz Marfuz e Harildo Deda, e na Universidade de Brasília. Um dia, na capital federal, perguntaram “Baiana, tu é de onde?”, e ela falou: “Ipitanga”. “Aí, me dei conta que ninguém sabia onde era o lugar de onde eu vinha”. Esse lugar é vizinho de Salvador, e por um acordo político chama-se, desde 1962, Lauro de Freitas. O nome antigo é indígena, e seu resgate, assim como o da memória local, foi a missão que o pai de Tina, o poeta Tude Celestino, tomou para si. Como recuperação de sua obra e continuação de seu trabalho, Tina criou o Atitude Celestina. A ideia era, através do estudo dos textos de Tude, fazer a comunidade conhecer a história de Ipitanga. Parte do projeto é artístico. Tina tirou da gaveta o diploma de teatro (ela diz ainda ter medo do…

Puro teatro

Duas horas de teatro parece tempo demais para o público aguentar. Quando fiz Hades - Canção para Giussepe, ou como nós carinhosamente apelidamos "Nada será como Hades", a estréia teve 3 longas horas e, acreditem, não só o público foi torturado por aquela história chata e pela direção falha, nós atores, cujo despreparo aumentava a agonia da platéia, também sofremos com aquilo.
Pois ontem cheguei no campus de Ondina às 18:00 horas para assistir a Cacilda!!! e saí depois de 1:00 da manhã. E digo, não foi nenhum sacrifício.
Tá, é José Celso Martinez Correia. Tá, tem a expectativa de uma cena chocante, o q aguça a curiosidade de muitos. Tá, é cult dizer que se esteve num espetáculo desses. Mas a linguagem não é fácil, a arquibancada não é confortável e se não fosse a boa interpretação, uma história bem contada e uma direção fabulosa, poucos enfrentariam a lama que se formou em volta da tenda armada, a espera de mais de hora na fila e a jornada de seis horas de espetáculo.
Mas muit…

Imagens da Copa

Imagem
Finalmente revelado como são moldadas as vuvuzelas... quero vem quem encara tocar depois disso:


Atualizando: mais uma da corneta do diabo, leiam aqui. Obrigado, Jan Clésio.

Mais um campeão de audiência

Da proxima vez que pensar em reclamar da programação da TV no domingo, lembre desse vídeo e dê graças a Deus pelas vidas de Faustão, Gugu, Eliana, Celso Porthiole, Ana Rickman...

iPhone 4G

Pra quem me acha consumista, compulsivo, "novidadeiro", vou logo avisando: EU QUERO!

Dos filhos deste solo

Vanusa agora está regendo orquestra? O que é isso?? Até os jogadores que não conhecem o Hino Nacional estranharam.

Se você quer me seguir não é seguro

- É só um mesmo?
A bilheteria não se esforçou para esconder o ar de superioridade de quem jamais iria ao teatro sozinha.
Sim, é só um ingresso. Aliás, já está comprado, pago, e dentro de um envelope com meu nome. Além disso ela recebeu o canhoto do cartão assinado por mim, onde consta o valor de apenas um ingresso. Então não havia a menor necessidade de perguntar.
A julgar pelos livros, filmes e series que já vi, não é só no Brasil que uma pessoa sozinha em um lugar público causa certa consternação. Parece que o mesmo ocorre nos EUA.
Por outro lado, essas mesmas fontes me fazem pensar que isso não ocorre na Europa. Imagino que lá seja natural homens e mulheres irem jantar ou se divertir sem necessariamente estarem acompanhados.
Mas isso no Brasil é sinônimo de que você é um fracassado social. Se o faz por opção, é um antisocial, pois a regra aqui é andarmos em grupos, exceto quando estamos num romance, pois aí andamos só com o parceiro. Se, por outro lado, você não encontrou ninguém pa…

Isso aqui, ô, ô

Acabo de chegar no hotel. Na recepção a moça me dá a conta. R$ 556,00. Peguei a guia do cartão e estranhei. Não tinha certeza do valor da diária mas sabia que não tinha centavos e eu ia ficar 5 dias. Assim, a menos que tenha havido uma reforma matemática, 556 não é múltiplo de 5.
- Quanto é a diária?
- Hoje é 109. A partir de amanhã é 149.
Mesmo assim não dava um múltiplo de 5. Mas aí o erro era meu. Eram apenas 4 diárias, e não cinco.
Mas acontece que eu tinha feito reserva on line e lá todos os preços estavam iguais. Acessei o email no iPhone e mostrei a reserva pra atendente.
Enquanto ela foi falar com o gerente, li na reserva : TARIFA SUJEITA A ALTERAÇÃO SEM AVISO PRÉVIO. Em 3 lugares, caixa alta, vermelho, com asteriscos antes e depois da frase.
Pensei que não teria jeito. Morreria em R$ 120,00 mas nunca mais me hospedaria aqui.
Mas estou em São Paulo. A menina voltou com autorização de estornar o valor e cobrar o valor da reserva. Sem nenhum problema.



Pelo celular: Djaman Barbo…

Perguntar não ofende

Previsto
Confirmado
Pouso
Aeronave no pátio

Essas são as informações que os painéis dos aeroportos disponibilizam acerca da situação das aeronaves. Em português e inglês.
Mas o que acontece quando um avião cai? O que o moço digitador do painel informa? "avião no pátio... em pedaços" ?




Pelo celular: Djaman Barbosa.

No aeroporto

Novamente aquela sensação. Check-in feito, cartão de embarque na mão e um aperto no peito. Uma falta. Um vazio. Durante um tempo estranhei isso. Seria a saudade de casa, da rotina, dos entes queridos? Seria a vontade de levar algumas pessoas para compartilhar a viagem?
Hoje descobri.
É a falta da mala. Ao perceber isso a sensação passou.


Pelo celular: Djaman Barbosa.