No aeroporto

Novamente aquela sensação. Check-in feito, cartão de embarque na mão e um aperto no peito. Uma falta. Um vazio. Durante um tempo estranhei isso. Seria a saudade de casa, da rotina, dos entes queridos? Seria a vontade de levar algumas pessoas para compartilhar a viagem?
Hoje descobri.
É a falta da mala. Ao perceber isso a sensação passou.


Pelo celular: Djaman Barbosa.

Comentários

  1. Isso que dá se mandar e ficar fazendo inveja aos que ficam ...voce acha isso certo??

    ResponderExcluir
  2. E eu arrasada porque não fui... Pior aidna: pooooooooodre de gripe... É um cof, cof que não termina nunca... E a dor no corpo? Jizus....

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados, mas não são censurados. Caso seu comentário não vá ser exibido, uma explicação será dada.

Postagens mais visitadas deste blog

Então não vamos mais brigar

Respeito póstumo

O vento que venta aqui