Tá demaaaaaaaaaaaaaaaaais!

Quando eu era criança, lembro do constrangimento quando passava a propaganda do Regulador Xavier (1,2... 1,2...). Eu sabia que que o 1 era pra excesso e o 2 pra escassez, mas não sabia de quê!
Lembro de ter perguntado e recebi a resposta vaga que era coisa de mulher. De qualquer forma, a propaganda era discreta, mas suficientemente clara pro público alvo. E só.
Nos últimos tempos, tem me incomodado muito as propagandas mais explícitas e escatológicas. Enquanto um Pedro, o Cardoso, fala sobre catarro, o outro, o Pedrinho, recebe os amiguinhos em casa para fazer cocô. E de cocô a televisão está cheia. Tem a dança da tubulação que deixa com cheiro de cocô. Isso sem falar nos mistos de iogurtes e laxantes que indicam com setas por onde o cocô deve ir, como se qualquer ser humano precisasse de um mapa pra uma coisa dessas.
Pois quando eu pensei que já estávamos no sótão do Congresso Nacional, o lugar conhecido como fundo do poço, vem esse vídeo onde um pastor... vejam bem... resolve mostrar o cu dentro de uma igreja. É ver para não crer:

Comentários

  1. Nelito16:12

    uaahahahahah, quebrei o bico como já ouvi por aí. Mas, cá entre nós, que o pastor está certo disto não tenho dúvida. Água e sabão é infinitamente melhor que o mais macio e perfumoso "papel de fax". uahahahahahah

    ResponderExcluir
  2. Alice Ramos17:25

    Nanananananão, Yo no creo...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados, mas não são censurados. Caso seu comentário não vá ser exibido, uma explicação será dada.

Postagens mais visitadas deste blog

Bate o sino, pequenino

A carne mais barata do mercado...

Respeito póstumo