Tá doendo, é?

Li uma notícia de que o Bar Garota da Tijuca diz estar sofrendo retaliações. Ainda exige respeito.

O bar agora quer peninha?
Está comparando o que está sofrendo com a discriminação sofrida pelos negros?

Não é bem assim. A postura do restaurante parece indicar que um de seus funcionários teve um momento de destino e que o estabelecimento paga por isso.

Sejamos realistas. Para um sujeito se arvorar a, em pleno dia da Consciência Negra, oferecer bananas aos entregadores e dizer "vocês são da mesma raça ", ele acha que esse tipo de coisa é natural.

Posso apostar que já fez esse tipo de coisa antes. Ele mesmo alegou ser "uma brincadeira ". Outros funcionários do restaurante defenderam o gerente dizendo que era muito brincalhão "e sempre fazia esse tipo de brincadeira".

Em resumo, era uma pessoa que fazia brincadeiras discriminatórias, constantemente, e o fato era conhecido de todos. O restaurante numa se preocupou em repreender o funcionário ou coibir a conduta.

Gerência é um cargo de responsabilidade. Ele representa o estabelecimento e você escolhe pra gerente alguém que tenha afinidade com a imagem da casa.

Agora que gerou uma repercussão nacional e promoveram um boicote, quer se fazer de vítima? Desculpe, mas não.

Se está prejudicado, processe o gerente que, com seu ato, manchou a imagem do seu estabelecimento.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Então não vamos mais brigar

Respeito póstumo

O vento que venta aqui