A própria razão desconhece

Ontem a noite estava fria. Clima propício para o jantar de Natal. Chegamos na casa de Andréa e a árvore estava montada com os presentes.

A decoração estava impecável, demonstrando que a anfitriã gastou boa parte do dia colocando os enfeites natalinos.

Na mesa, amendoins, casquinha de siri e salada de batata, como manda a tradição.

  

Na ceia, claro, não poderia faltar a típica paella de Natal.

   

E qual sobremesa não pode faltar numa ceia de Natal? Isso mesmo. Se você disse suspiro de chocolate, acertou.


 Em meio às músicas, abrimos os presentes. Adorei os meus.
 


Pra finalizar, um show de cuíca, como os cristãos antigos tocavam no Pólo Norte para celebrar o nascimento de Cristo.

Se você acha esquisito celebrar o Natal em maio, é porque não conhece o verdadeiro espírito do Natal. Pra nós, ontem, foi uma noite feliz. 














Comentários

  1. Esqueceu de mencionar que "esculhambou" minha TV...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados, mas não são censurados. Caso seu comentário não vá ser exibido, uma explicação será dada.

Postagens mais visitadas deste blog

Bate o sino, pequenino

A carne mais barata do mercado...

Respeito póstumo