Como sobreviver a uma manifestação pacífica na democracia brasileira.

Indo para São Paulo, é natural a minha preocupação com as manifestações da Avenida Paulista e mais preocupado ainda com a reação da polícia.
Não vale a regra de que vivemos numa democracia e que as pessoas têm direito de se manifestar de forma ordeira e pacífica. A prefeitura e o governo paulistas, numa demonstração de que os interesses financeiros estão acima de bandeiras partidárias, resolveram agir contra manifestantes, não manifestantes e até contra jornalistas.
Engraçado foi ver alguns veículos de comunicação, que começaram exigindo que o Estado colocasse "ordem" na casa, tendo o dissabor de ver funcionários afastados do serviço e dando prejuízo para a empresa. Eles começaram a reclamar também.

Mas se nem os jornalistas do Estado e da Folha estão a salvo, como ee, que ficarei hospedado perto da Paulista, poderei me locomover tranquilo em São Paulo?

Depois de pensar um pouco, achei a solução. Basta usar um desses aqui:




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bate o sino, pequenino

A carne mais barata do mercado...

Respeito póstumo