A César, o que é de César.


http://www.correio24horas.com.br/noticias/detalhes/detalhes-1/artigo/pms-sao-afastados-de-trabalho-externo-apos-morte-de-motociclista-que-furou-blitz/


Pera aí. Quando uma pessoa fura o bloqueio policial e desobedece a ordem de parar, a polícia deve pensar: "será que ele é evangélico e só está furando o bloqueio porque não tem habilitação? Ah! Vou deixar passar".
Concordo que a polícia deve ser melhor treinada para atirar em pneus, antes de atirar contra a pessoa, mas se uma pessoa fura um bloqueio policial, a presunção é, sim, de que é um bandido.
Não venham agora repetir exaustivamente que ele queria ser pastor, como prova de seu bom caráter.
Pessoas de bom caráter não descumprem a lei, não furam bloqueios. Se esse "evangélico", "boa pessoa", tivesse atropelado e matado alguém, hoje teríamos outro grupo de manifestantes (talvez alguns desses mesmos), exigindo justiça.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bate o sino, pequenino

Respeito póstumo

Então não vamos mais brigar