Na hora do amor como é que vocês gemem ?

Os integrantes do New Hit acabam de responder a pergunta que fazem em uma de suas músicas. Coisas ditas aqui e ali, defesas com argumentos vazios e acusações sem provas, mostram que o brasileiro julga crimes como quem julga participante de Big Brother.
Uns dizem que os meninos merecem porque as letras das músicas deles sãoofensivas às mulheres, aceitaram a acusação de estupro sob o argumento de que "as meninas não inventariam isso", que sexo com menor é sempre estupro e já ouvi até que mulher nenhuma faria sexo com 10 homens por querer.
Os que defendem dizem, como a mãe de um deles, de que eles "não precisavam disso", que as meninas subiram no ônibus atrás de alguma coisa, que elas já treparam com metade da cidade de Itaberaba e que se vestiam de maneira provocante.
O que ninguém parece querer levar em conta é que a única coisa que interessa saber é se as meninas fizeram sexo com alguém (ou "alguéns") contra a vontade. Bem verdade que isso não é algo fácil de provar. Sexo em ônibus, turbinado por álcool, quem sabe algo mais, ainda mais se for numa suruba, certamente vai deixar lesões compatíveis com uma cena de sexo forçado.
Não estou dizendo com isso que os rapazes são inocentes. Apenas digo que, mesmo que sejam, o laudo pode indicá-los como culpados. E se são culpados de estupro, deverão ir pra cadeia.

O que fica de lição nisso tudo, independente de culpas?

Que garotos que fazem sucesso, que podem "ter quem quiser", não devem receber garotas dentro do seu ônibus, pois elas podem ser pistoleiras.

Quer garotas, para sua própria segurança, devem evitar entrar em ônibus de artistas que cantam coisas como:
"Abre bem as pernas, bem devagarinho
Espere o comando, no passo de dinho"

ou

"Empina o bumbum pra galera
Empina o bumbum sua donzela"

ou, ainda

"Vai deslisando as mãozinhas
Na curva da mina
Swing gostoso
Quem é que não vem
Todo mundo vai, todo mundo vem
Todo mundo vai, todo mundo vem "

Ainda acredito que haverá reviravolta nessa história. As meninas derão que entrar em detalhes mais específicos indicando exatamente o que cada pessoa fez ou não fez. Os detalhes, a acareação, a consistência dos depoimentos em relação às provas, tudo isso vai mostrar a verdade na acusação das garotas ou a mentira sofrida pelos rapazes, ou, quem sabe um supreendente meio termo nisso tudo.

Até lá, culpados ou inocentes, os integrantes da banda já terão sido estuprados na cadeia.
Confesso que, por puro machismo, acho o estupro num homem uma coisa pior que numa mulher. Racionalmente, sei que as duas situações são igualmente terríveis para as vítimas.
Também sei que racionalmente não se pode aceitar que pessoas entregues sob custórida da polícia, mas a idéia de que pessoas que violentam o corpo de uma mulher sofram o mesmo não chega a me causar repulsa.

Certo é que a banda vai ter oportunidade de ouvir muito o seu hit: "Senta com Vontade".



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bate o sino, pequenino

A carne mais barata do mercado...

Respeito póstumo