Vídeo chiclete.

Tem música que gruda na cabeça da gente como chiclete e fica difícil de tirar. Tanto que existe um site, o unhear-it, que serve para você se livrar dessa música. Infelizmente, o sistema só funciona substituindo a música chata por outra.

Ontem eu estava no ensaio do Cortejo Afro, quando, ao entrar num bar, ouvi um sujeito cantando: "vou não, quero não, posso não..." Foi o suficiente para lembrar do vídeo abaixo.



Pior é que além da música, comecei a fazer a dancinha. Ou seja, o vídeo todo é um chiclete. Saí do bar sem conseguir parar de cantarolar a música. Uma menina ouviu e disse: "eu conheço", e passou a cantar também. Fui embora, antes que a coisa se espalhasse. Que saudade do tempo em que sucesso no Youtube eram "Fala, Sônia" e "Tapa na Pantera".

Comentários

  1. Dilíiiiiiiiiiiiiicia! Já conhecia a música. Agora aprendi acoreogreafia (como era difícil, precisei assistir umas 10 vezes...)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados, mas não são censurados. Caso seu comentário não vá ser exibido, uma explicação será dada.

Postagens mais visitadas deste blog

Bate o sino, pequenino

A carne mais barata do mercado...

Respeito póstumo