Coisas natalinas



Recebi um comentário com pedido de um áudio que eu coloquei num blog já desativado há 5 anos. Na época eu colocava áudios no blog e isso deixava Jorginho louco, pois alguns arquivos eram pesados e faziam a página demorar a abrir. A postagem original, de 25/12/2005, é esta aqui:

Quero ver você não chorar...
Ontem estava me arrumando pra ir comer chester na casa de minha mãe. Lá em casa o peru nunca foi tradição porque ninguém gosta, e nem sei como é que a gente celebrava o Natal antes da Perdigão inventar o chester. Devia ser com frango, mas eu não lembro. Mas o post não é sobre isso. Enquanto me arrumava vi propaganda da Varig. Jorge Bem (já que estou falando do passado, nada de Benjor) cantando a tradicional música: Estrelas brasileiras no céu azul, iluminando de norte a sul...
Nessa hora, caí na bobagem de dizer que eu queria que tocassem todas as antigas músicas de Natal das propagandas. Como a do Bamerindus. Beto logo corrigiu: "Nacional". Não, eu não estava falando daquela do "Bom Natal, um feliz Natal, muito amor e paz pra você...", eu lembrava daquela que era assim... como era mesmo? nam-nam... não. Era... era com uma moça nua. Não, nua não, claro, era de branco. Isso toda de branco. Um longo vestido branco, com um bebê... esse, sim, estava nu. Ela andava no campo e cantava uma música que era... láláláá... não... namnam-nam... nada disso.
Não consegui lembrar a música.
Hoje a primeria coisa que fiz ao entrar no computador foi procurar o arquivo em áudio. Pra desespero de Jorginho eu o coloquei na página, mas é pequeno e só toca com Real Player. Pra quem não conseguir escutar, aqui está a letra.
O menino chega e por amor vai renascer.
Traz nas mãos uma esperança e sorri, pois é Natal.
E no mundo inteiro a mesma canção de amor e paz,
que se faz tão doce como o amanhecer.

Quem me dera o ano inteiro o Natal dentro de nós.
E pra toda gente a mesma canção, na mesma voz.
Pois a festa mais bonita é viver, é querer bem.
O presente mais bonito é viver, é querer bem.


Ufa, agora eu posso ter um feliz natal. Obsessão é isso.

Pensei que ainda tinha o áudio pra mandar pra Roseli, de Sergipe. Como li só o comentário, pensei que a música que ela queria era a do Nacional, pois não lembrava da postagem, e mandei pra ela por engano esse arquivo. Mas resolvi ler o texto, percebi qual era a música que ela queria e saí procurando na internet. Cinco anos depois e continuo obcecado. Bom, se depender disso, meu Natal será Feliz.


Obrigado, Roseli, por trazer essa lembrança da postagem e da música.

Comentários

  1. Jesus... Como você é velho... Que horror... Vai no meu blog que o meu Natal tá muito mais internautico. kkkkkkkkkk Ei, o blog tá mais clean. Gostei.
    Beijos

    E realmente o presente mais bonito é viver. É querer bem. Por isso te amo! Saudades

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados, mas não são censurados. Caso seu comentário não vá ser exibido, uma explicação será dada.

Postagens mais visitadas deste blog

Bate o sino, pequenino

Respeito póstumo

Então não vamos mais brigar