DE CORPO INTEIRO


Procuro desesperadamente o original dessa música cantada por Rigaud. Quem tiver, por favor não deixe que a última lembrança que eu tenha da canção seja essa versão arrocha com sotaque pernambucano.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bate o sino, pequenino

A carne mais barata do mercado...

Respeito póstumo