Pedi e dar-se-vos-á

Recebi uma ligação de Maria do Carmo. Ela é responsável pelas franquias Monalisa e Bonaparte, pelo que entendi, do Shopping Barra.
Ligou por causa da minha reclamação. Explicou que o corte é aquele mesmo, que tem o peso tal, e como é alto a porção parece pequena. Nessa história de subjetividade, fica difícil aferir. A sensação que tive era que a carne é pouca e isso é péssimo pro restaurante. Ela explicou que estava tentando mudar o padrão do corte com a franquia. Foi tão simpática que eu não quis entrar no mérito de que o pessoal se recusou a pesar o salmão de Beto quando ele pediu.
Ela me ofereceu um almoço grátis, em qualquer dos dois restaurantes.
Mas o que convenceu mesmo de que estava falando com uma empresa séria, e não com alguém que levou uma chamada do franqueador, foi quando eu comentei sobre o problema de Beto com a salada. Ela demonstrou saber exatamente o que estava ocorrendo (só não sabia que a pessoa estava junto com o outro que mandou o email) e disse que nos próximos 30 dias irá verificar se muda a salada ou a foto.
Esse fato demonstra que os funcionários são treinados para transmitir as reclamações pros superiores, o que indica respeito da empresa com o consumidor.
Mais do que a refeição gratuita, verificar que os restaurantes ouvem os clientes foi gratificante pra mim.



Pelo celular: Djaman Barbosa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bate o sino, pequenino

Respeito póstumo

Então não vamos mais brigar