Aquele tempo que você sonhou

Duas vezes na minha vida, eu bebi whisky. Na primeira, tive um pequeno lapso de memória, que me indicou que eu deveria parar. Na segunda, sábado passado, eu bem que queria não lembrar de tudo que fiz, mas lembro. Ainda bem que entre a excelente seleção musical não tocou nenhum samba, pois para ser uma estrofe completa da canção de Assis Valente, eu teria dançado de maiô. O resto fiz, e o tal do mundo continua aqui!
Fotos não as tenho, mas certamente não são publicáveis. Quem tiver, por favor, evite o orkut, facebook, youtube, pois ainda tentarei convencer as pessoas de que aquilo foi alucinação delas.
Em resumo, foi uma noite divertidíssima!

Comentários

  1. Eu já passei por isso... Mas agora nem me deu vergonha do alheio... Deu foi a vontade de dizer: porque eu bebo??? (Resposta da época da faculdade: Porque é líquido... Se fosse sólido a genet comia...)
    Beijos e saudades
    PS - Olho começando a ver bem dirietinho os vultos. Rss Gra'cas a Deus

    ResponderExcluir
  2. Vou publicar todas..Muaaaaaahahahahahaha!..:-P

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados, mas não são censurados. Caso seu comentário não vá ser exibido, uma explicação será dada.

Postagens mais visitadas deste blog

Bate o sino, pequenino

Respeito póstumo

Então não vamos mais brigar