A internet não perdoa




Pelo celular: Djaman Barbosa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bate o sino, pequenino

A carne mais barata do mercado...

Respeito póstumo