Conveniência.

- Pois nos Estados Unidos a população barrou a vacina, sabia? Eu vou esperar, de metade morrer eu não tomo.

Não acreditava que estava ouvindo a Assistente Social falar isso em alto e bom som, em meio aos pacientes, seguranças e atendentes, pessoas que nem sempre estão dispostas a encarar uma vacina, e para as quais uma informação vinda de uma profissional que trabalha num hospital, principalmente que muitos não sabem que não é medica, tem um peso enorme.
Ela concluiu dizendo:
- Nós somos as cobaias!

Pelo celular: Djaman Barbosa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Então não vamos mais brigar

Respeito póstumo

O vento que venta aqui